Catarinenses são destaque na Escala Brasil Transparente

Sete municípios figuram na lista dos 20 mais transparentes do país.

Foi divulgada recentemente a Escala Brasil Transparente (EBT), um índice criado para avaliar a transparência pública dos municípios e Estados brasileiros. Com ela é possível avaliar quem está cumprindo a Lei de Acesso à Informação, com notas de zero a dez, é possível criar um panorama de todo o país.

Santa Catarina alcançou a nota 9,17, figurando entre os estados mais transparentes do país. Ceará e São Paulo lideram a lista, ambos com nota máxima, seguidos pelos Estados do Sul e por Sergipe. Amapá e Rio Grande do Norte são os últimos colocados, com nota zero.

No ranking dos municípios Apiúna lidera a lista, Frei Rogério aparece na 4ª posição, seguido por Correia Pinto. Imbuia ficou em 7º e Florianópolis foi o 11º. Monte Carlo ficou na 16º colocação, seguido por Bombinhas. Em Santa Catarina, oito municípios tiveram nota acima de 6, enquanto apenas quatro tiraram a nota mínima.

escala_brasil_transparente_1

Entre os municípios que alcançaram melhores desempenho, Frei Rogério, Correia Pinto e Monte Carlo utilizam o Diário Oficial dos Municípios fornecido pelo CIGA, com ele fazem a divulgação online dos atos oficias administrativos, ampliando a visibilidade de suas ações e atendendo a lei da transparência pública. Os dois primeiros citados e Bombinhas também utilizam o Programa de Gestão Tributária, que facilita a atividade fiscal e tributária.

Se o seu município não aparece na lista, é porque esta foi só a primeira amostragem da Escala Brasil Transparente, que avaliou apenas municípios selecionados, com até 50 mil habitantes e todas as capitais e Estados. Em Santa Catarina, foram 26 cidades avaliadas, o que equivale a 9% do total de municípios. O resultado foi divulgado pela Conroladoria-Geral da União, que desenvolveu a metodologia para monitorar a transparência pública.

O CIGA pode contribuir com a gestão pública através dos sistemas que oferece, para a melhoria de serviços de tecnologia, promoção da gestão municipal e compartilhamento de informações, além da significativa economia de recursos públicos. Entre em contato com o CIGA e saiba mais sobre como simplificar a Gestão Tributária, das Câmaras de Vereadores e de Obras, conheça também o Diário Oficial dos Municípios.

 

Fonte: Controladoria Geral da União
Foto: Divulgação/Shutterstock