Nova versão do G-Obras amplia as funcionalidades do sistema

O Programa de Gestão de Obras (G-Obras) é um sistema destinado aos setores municipais de planejamento e obras, para a elaboração, administração e acompanhamento de projetos de arquitetura e engenharia. É uma alternativa para executar obras com mais agilidade e menos recursos.

Recentemente o CIGA fez uma atualização na ferramenta para corrigir algumas limitações e oferecer novas funcionalidades, atendendo as demandas dos municípios. Inclusive, a Secretaria de Administração e Planejamento da Prefeitura de Joinville colaborou com o desenvolvimento do novo sistema.

Como o novo G-Obras foi inteiramente desenvolvido pela equipe do CIGA, isso facilita a manutenção e inserção de novas funcionalidades. Portanto, com esse sistema será possível fazer auditorias, ele também terá o controle de versões de orçamentos e cronogramas e gestão de acessos. A usabilidade também está mais simples e intuitiva, atendendo às necessidades do usuário final.

Quais são os diferenciais do novo G-Obras?

A nova versão do Programa de Gestão de Obras tem diversas novidades previstas, dentre elas o julgamento automatizado de propostas de licitação, a memória de cálculo, termos aditivos para contratos e geração de informações para o Tribunal de Contas do Estado (TCE/SC). Além da emissão de relatórios gerenciais que podem auxiliar na tomada de decisões. Confira abaixo alguns do principais diferenciais do novo G-Obras:

  • possui uma interface mais amigável e intuitiva;
  • permite auditoria e versionamento de obras e orçamentos;
  • possibilita a criação de perfis de usuários;
  • permitirá a integração com terceiros por meio de um webservice;

O sistema ainda está em período de homologação nos municípios de Joinville, Jaraguá do Sul e Brusque. Durante este período a equipe vai realizando eventuais ajustes e melhorias. A previsão é lançar a primeira versão do novo G-Obras no próximo mês, já com as funcionalidades de criação de orçamento e acompanhamento de obras. As demais aplicações serão disponibilizadas posteriormente.

Por que usar um sistema para a gestão de obras?

Todo mundo sabe que a administração de obras é um dos principais desafios da gestão pública. Mas a tecnologia pode ser uma forte aliada para superar os obstáculos do dia a dia. Com um software especializado é possível simplificar a gestão de obras, automatizar os processos e até aumentar a produtividade.

Segundo, o gerente de tecnologia do CIGA, Emerson Catarina, nesta primeira fase de desenvolvimento do novo G-Obras a decisão foi montar a parte orçamentária e de acompanhamento das obras. Esta etapa será finalizada ainda neste mês e as demais funcionalidades serão incluídas na sequência. Com isso, em breve os municípios terão uma solução que contemplará desde a etapa de projetos, elaboração de orçamentos, acompanhamento e análise de licitação, contratação, acompanhamento e medições de obras, controle interno, acesso à informação e o envio de dados aos órgãos de fiscalização. Inclusive, essa nova versão do sistema já será lançada com integração ao e-Sfinge, do Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina.

 

Foto: Shutterstock