REGIN faz a gestão do registro mercantil

O sistema fornecido pelo CIGA em parceria com a FECAM integra todo o processo da REDESIM. 

Para abrir uma nova empresa é preciso seguir diversas etapas, uma delas é protocolar o pedido de viabilidade do nome da empresa. A Junta Comercial é responsável pelo registro e verificação do nome empresarial. Além de verificar a disponibilidade do nome para a futura empresa, também é preciso analisar se a atividade econômica é permitida no município onde se deseja atuar.

A Prefeitura do município onde será aberta a empresa é responsável por aprovar esta etapa da disponibilidade. A Receita Estadual também é consultada para garantir que nenhum dos sócios da empresa tenha restrições, que impeçam a abertura da nova empresa. Para facilitar todo este processo descrito, o CIGA em parceria com a FECAM e a JUCESC, adotou o Registro Mercantil Integrado, o REGIN.

O REGIN é um sistema que faz a integração de todas as informações relativas ao processo de abertura e alteração empresarial. Com ele as informações do município, da Junta Comercial, do Corpo de Bombeiros, da Secretaria de Estado da Fazenda e da Receita Federal ficam integradas.

Os municípios catarinenses que utilizam o REGIN, através o CIGA, recebem um atendimento personalizado, com toda a segurança de comunicação e informação, além de instruções quanto as melhores técnicas para o uso das funções e disponibilidades do sistema. Para contratar o REGIN basta que o município se torne um consorciado do CIGA, podendo assim utilizar inclusive outros programas disponíveis.

 

Foto: Divulgação/Shutterstock